14.2.19


com p. m. r. 

para começar a viagem
o porteiro que me diz:
la globalización nos mató
digo a ele meu nome
e ele me promete
que não vai esquecer
se eu não anoto esqueço
por isso desde que te conheci
anoto o que penso em te contar
para começar
uma mulher que diz:
y quién va a querer
ver una película brasileña?
eu quero ver um filme argentino
para te contar depois
que o pai da diretora
era gay e militante
comunista nos anos 70
que iam à disney
que ele morreu
caindo estupidamente
de um cavalo bravo
quero que você me diga
se isso é familiar para você
desde que te conheci
achei tudo muito familiar
como este bar da esquina
onde me acomodo agora
como se a viagem
fosse eterna