17.11.10

sob as rodas

ao atravessar a avenida tive que me desviar de um bicho morto. já não é fácil empreender essa travessia sem ajuda. quatro pistas devem ser transpostas em 30 segundos, como marcam os números verdes piscando à frente. um desvio significa mais um risco que eu não tinha não calculado. o animal era uma ratazana esmagada por algum automóvel. seu corpo ficou estampado no asfalto como se nunca tivesse existido. como uma gravura. é provável que ninguém sequer se dê o trabalho de tirá-lo dali, já que mais dia menos dia acabará se desintegrando sob as rodas. não consigo deixar de pensar que eu também posso eventualmente cometer um erro de cálculo e findar ali, no meio de um pensamento.

1 Comments:

At 2:15 PM, Blogger Iza said...

Li teus três livros: A duas mãos, Mais ao sul e Algum Lugar. Esse último entrou na minha dissertação de mestrado. Aposto nas novidades literárias, no diferente e novo, não-canônico. Abraços. Uma leitora.

 

Postar um comentário

<< Home